Google celebra 50 anos da primeira viagem do homem ao espaço

13/04/2011 02:59

Há 50 anos, Gagarin

            Em 12 de abril de 1961, em plena Guerra Fria, o cosmonauta soviético Yuri Gagarin tornava-se o primeiro ser humano a viajar pelo espaço e orbitar pela Terra. Foi uma única órbita, de 108 minutos, mas a façanha colocou o ser humano na era espacial e confirmou à ex-URSS a liderança em tecnologia de ponta (já haviam lançado o primeiro satélite artificial, o Sputinik, em 1957, e um pouco depois no mesmo ano haviam colocado em órbita o primeiro ser vivo: a cadela Laika), algo nunca antes sonhado pelo mundo capitalista. A ele é atribuída a famosa frase: “A Terra é azul e eu não vejo nenhum deus daqui de cima".

 

Google celebra 50 anos da primeira viagem do homem ao espaço

Publicado em 12/04/2011 pelo(a) Wiki Repórter DivãdoMasini, Franca - SP

 

Há 50 anos Iuri Gagárin foi lançado ao espaço - Foto: Print página do Google

 

O doodle do Google de hoje 12/11 é uma homenagem a Iuri Alekseievitch Gagárin , o primeiro homem a viajar pelo espaço a bordo da Vostok I, uma nave que pesava 4 725 quilos, em 1961. Aos 27 anos Gagárin foi um dos 20 pilotos selecionados para o programa espacial soviético. Iuri Gagárin teve excelente performance nos treinos, sua origem camponesa – que contava pontos no sistema comunista - e seus 1,57 m de altura lhe garantiram a oportunidade da viagem, já que a nave tinha um espaço mínimo para o piloto.

Gagárin morreu em um acidente com um jato MIG-15, junto com o piloto Vladimir Seryogin. Tudo leva a crer que o astronauta tentou desviar de uma sonda meteorológica durante um voo de rotina em um MiG-15 em março de 1968.

A queda de Gagárin é cercada por muitos boatos e conspirações. Há, entre outras, a tese de um complô da KGB. O envolvimento de uma segunda aeronave no acidente é considerado possível, assim como um problema técnico do avião. Há também especulações de que Gagárin, então com 34 anos, se acidentou por falta de treinamento ou por estar mesmo embriagado. A verdade é que Gagárin lutou por anos para conseguir uma permissão para pilotar uma aeronave

Curiosidades sobre Iuri Gagárin e sua viagem ao espaço

- Gagárin viajou pelo mundo para divulgar o programa espacial soviético, visitando inclusive o Brasil e os Estados Unidos.

- O vôo da Vostok-1 foi totalmente automático. O painel de controle estava travado e Gagárin tinha uma chave para assumir somente em caso de necessidade.

- Gagárin ejetou-se após a reentrada e desceu de pára-quedas, como planejado. A União Soviética negou esse fato por anos, com medo de o vôo não ser reconhecido pelas entidades internacionais, já que o piloto não acompanhou a espaçonave até o final.

- A missão, lançada do Cosmódromo de Baikonur, durou uma hora e 48 minutos, e consistiu de uma volta em órbita da Terra a 315 km de altitude.

- A esposa de Gagárin, Valentina, soube do voo histórico do marido não pelo Kremlin, mas a partir da vizinha, já que a hora exata do voo foi mantida em segredo absoluto.

- O próprio Gagárin, consciente do risco da gravidade zero, escreveu uma carta a sua esposa, na qual dava permissão para ela se casar novamente e pedia que ela educasse as duas filhas "não como pequenas princesas, mas como pessoas normais".


Frases creditadas a Iuri Gagárin

"A espaçonave entrou em órbita, e o foguete se separou, a gravidade se foi. No início, a sensação era de algo incomum, mas eu logo me adaptei... Eu mantive contato com a Terra em diferentes canais por telefone e telégrafo"

"Estou vendo a Terra! Ela é tão bonita!"

"Eu poderia voar pelo espaço para sempre
A terra é azul, e eu não vi Deus."

Texto publicado no site http://jornalistamasini.wordpress.com/